O que levar em conta antes de se livrar dos Controladores de Entrega de Aplicações

0
472

This post is also available in: Inglês Francês Alemão Italiano Espanhol Russo

Controladores de entrega de aplicações (ADC) são considerados uma solução que fornece serviços avançados. Isso só faz sentido se você os atualizar a cada 3-4 anos. Mesmo assim, pela minha experiência, existem algumas poucas empresas que ficariam felizes em continuar usando os ADCs legados por mais algum de tempo para economizar nos custos de atualização, além de evitar o incômodo de substituir uma solução tão complexa. Essas organizações também são aquelas mais lentas na adoção de soluções de nuvem (embora a maioria delas já tenha percebido que precisará fazer isso no futuro).

Veja quatro fatores que você deve levar em conta a respeito do futuro dos ADCs legados.

Protegendo seu investimento atual

Alguns fornecedores de ADCs oferecem uma longevidade real para seu portfólio de ferramentas, o que inclui atualizações de firmware para atender às novas necessidades que surgiram desde que o produto foi lançado no mercado. Mesmo que você tenha ferramentas de ADC entre 4-6 anos, pode se surpreender com o fato de elas ainda serem compatíveis com TLS 1.3 (o padrão de SSL mais recente), virtualização, proteção de aplicações e mais.

Se houver um upgrade, normalmente ele custará uma fração do preço da substituição da infraestrutura de ADC. Não se trata apenas do custo de uma nova ferramenta, mas também dos recursos associados à integração de uma nova solução ao seu ambiente.

Os ADCs legados podem proteger minhas aplicações?

Hoje, a proteção de aplicações está se tornando uma necessidade para quem quer manter os dados da empresa seguros. No entanto, adicionar a proteção de aplicações aos ADCs legados em geral não é uma opção. Quando é, significa que o processo pode ser relativamente fácil, sem a substituição da sua infraestrutura de ADC. Não deixe de questionar seus fornecedores atuais antes de empilhar sua solução de ADC, pois nem todos eles conseguem fazer isso com um upgrade de software.

[Você também pode se interessar por: Gestão de Aplicações em Vários Data Centers: A Case Study] um estudo de caso)

Como adicionar o monitoramento proativo das minhas aplicações

O ADC é o dispositivo que faz frente a todas as suas aplicações importantes. Isso só faz sentido se ele também fornecer um painel de controle único com KPIs consistentes para monitorar a integridade de suas aplicações. A maioria dos fornecedores de ADCs do mercado já se alinhou a este conceito e fornece o monitoramento de aplicativos. Alguns também oferecem análises úteis e são capazes de identificar um problema e direcionar você para uma medida corretiva. Essa é uma funcionalidade relativamente simples para adicionar aos ADCs legados e economizar tempo, dinheiro e eficiência para você.

[Gostou dessa publicação? Inscreva-se agora para receber o conteúdo mais recente da Radware na sua caixa de entrada toda semana, além de acesso exclusivo ao conteúdo premium da Radware.]

Como garantir que os investimentos em ADC sejam úteis no futuro

Os ADCs legados ainda precisam de atualizações, que exigem investimentos. A pergunta que vem à mente é: por que devo me preocupar em investir em uma solução de ADC legada se futuramente vou fazer a transição para um ambiente de nuvem? Em vez disso, questione como garantir que os novos investimentos feitos hoje no ADC legado sejam úteis quando você transferir seus aplicativos para a nuvem. Nem sempre é possível fazer isso, mas alguns fornecedores permitem que você transfira sua capacidade física do ADC (com toda sua funcionalidade) para equipamentos virtuais em ambientes de nuvem. O resultado é que qualquer investimento feito no seu ADC legado será útil para você durante a migração para a nuvem.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here